Teresa Branco

Início  /  Teresa Branco
Teresa Branco

Teresa Branco (n. 1968) dedica-se à cerâmica, a tempo inteiro, desde 2016. Nesse ano, fundou a oficina Brâmica, na cidade do Porto; um espaço dedicado à construção criativa, num conceito coletivo-individual, onde os novos curioso por esta arte e os que já se apaixonaram por ela se encontram num só espaço.

Aprende diariamente com todos os seus aprendizes e alia força e mentalidade criativas com os projetos que desenvolve em parceria com outros artistas. A abertura da oficina teve em vista dar acesso à sua paixão. A cerâmica é a expressão plástica mais ancestral da humanidade.

Foi aos 18 anos que cruzou olhares com a cerâmica e, de imediato, soube que a ela se viria a dedicar. Num processo de renascimento e de auto-reconhecimento, após cerca de vinte e dois anos, mudou o rumo à sua área profissional e ganhou coragem para se atrever a se dedicar totalmente à cerâmica.

Teresa nasceu e cresceu em Coimbra, numa aldeia remota – Ega. Viveu a sua infância entre a Serra da Estrela e as terras do Mondego e, aos 15 anos, mudou-se para o Porto. Ainda que tenha havido um afastamento com a natureza, não passou de algo físico, pois que sempre manteve e manterá, certamente, viva a sua ligação com as árvores, o vento e os animais. Na sua cerâmica está presente o orgânico e gosta de revelar a pasta cerâmica, crua ou apenas pincelada com os óxidos e a sua expressão ocre. As suas formas, geralmente angulosas e ovais, lembram parte de caminhos viajados em destinos distantes ao som de musicas e olhares desconhecidos. Adora o que faz e sente o privilegio de partilhar o seu amor pela terra.

A Teresa Branco é a artista criadora do Frapé e do Corta-gotas do Desassossego.